A Prefeitura Municipal de Alhandra em conjunto com a Polícia Militar, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária, corpo de Bombeiros, Agentes de Saúde e Diretoria de Trânsito, instalou nesta quarta-feira (20) barreiras sanitárias na PB-034 no limite do município.

A instalação da nova barreira foi determinada pelo Decreto nº 40.242, de 16 de maio de 2020, assinado pelo governador do estado da Paraíba, João Azevêdo Lins.

Duas barreiras foram montadas: uma no sítio Acais e outra no bairro de Salgadinho. Os moradores da cidade poderão circular livremente, porém, só entrará no município aqueles que trabalham nos serviços essenciais estabelecidos pelo governo ou no abastecimento destes.

É importante ressaltar que os que transitam pela via precisarão apresentar o comprovante de residência reiterando que são cidadãos Alhandrenses, e no caso dos trabalhadores, se faz necessário apresentar declaração afirmando que trabalha com serviços essenciais na cidade.

Agentes da Secretaria Municipal de Saúde estão medindo a temperatura das pessoas para averiguar possíveis sintomas de quem entra na cidade com placas de outros municípios.

Caso seja identificada alguma anormalidade que entre como suspeita de coronavírus, a pessoa será proibida de entrar na cidade e  encaminhada para uma unidade de saúde do seu município de origem.

As barreiras restritivas que começaram a funcionar nesta quarta-feira têm previsão de permanência até o dia 31 de maio, conforme previsto no Decreto governamental.

 

 

Em mais uma medida contra a propagação do novo Coronavírus, a Prefeitura de Alhandra iniciou uma ação de sanitização e desinfecção de ruas, avenidas e espaços públicos da cidade e no distrito de Mata Redonda. A ideia da iniciativa, que começou nesta segunda-feira (18), é higienizar o máximo de locais externos como forma de combate à Covid-19 no município.

A ação acontece por meio da Secretaria de Saúde, em parceria com a Vigilância Ambiental, Vigilância Sanitária, Diretoria trânsito e Guarda Municipal. “A sanitização das ruas é mais uma maneira que encontramos para barrar o contágio entre as pessoas de nossa cidade. Esse tipo de medida já vem sendo realizada nas Capitais e várias cidades do país e como vimos a eficiência dessa desinfecção, estamos implantando aqui essa nova medida. Nosso objetivo é cuidar da saúde de todos os alhandrenses e juntos vamos conseguir!”; destaca o prefeito Renato Mendes.

 

Também estão sendo realizadas a sanitização de prédios e feiras livres de Alhandra e Mata Redonda. “Iniciamos mais essa ação para o enfrentamento do novo coronavírus em nosso município. Aproveitamos para solicitar à população que fechem suas portas e janelas, no momento que o carro desinfetante estiver passando para que a desinfecção ocorra com mais eficiência”, ressalta a coordenadora de Vigilância em Saúde, Camila.

A prefeitura também realizou capacitação com todos os profissionais que estão participando dessa higienização pública. “Os servidores passaram por capacitação, afinal estamos falando de produtos químicos. Então, todos os envolvidos nessa ação estão devidamente protegidos e usando os corretos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Nossa missão é higienizar da melhor maneira possível para barrarmos esse vírus em nossa cidade”, acrescenta Renato.

 

O atendimento do Samu em qualquer município é feito através de ligação gratuita pelo telefone 192. A pessoa que faz a ligação recebe as primeiras orientações de uma equipe que estará de plantão na Central de Regulação do Estado. Após identificar o caso e orientar sobre as primeiras ações, a Central Estadual encaminha o deslocamento de uma equipe. O médico regulador da Central, se necessário, comunica ao hospital o encaminhamento e solicita a reserva de leito para que a assistência de urgência possa ser continuada.

Neste momento de pandemia, pelo menos 80% dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) destinados para o tratamento de pacientes com Covid-19, estão ocupados em hospitais localizados na região metropolitana de João Pessoa, segundo dados atualizados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

De acordo com o médico do SAMU-Alhandra, Dr. Jucélio Tavares, a regulação dos pacientes com suspeita da COVID-19 acontece após a equipe ser acionada pela Central Estadual 192, se dirigir ao endereço da chamada, e ao chegar, avalia o caso. Se for de atendimento local, é realizado com orientação do médico ou enfermeira de ficar em casa; sendo um paciente que necessita ser removido, a vaga que vai ser conseguida não é tão fácil como um paciente vítima de acidente, por exemplo, é necessário haver a regulação.

A equipe passa o quadro do paciente para a central em João Pessoa, e logo após o quadro repassado para essa central, a regulação desse paciente depende estritamente do estado.

“Todos os SAMUs estão veiculados nesta central de atendimento e é daí onde ocorre uma certa demora. Infelizmente, é possível que na Capital uma equipe fique de 3 á 5 horas dentro de uma VTR (ambulância do SAMU) aguardando que a central faça o encaminhamento para uma unidade específica. Devido a situação de pandemia em que estamos vivendo e as demandas estão aumentando nos hospitais para admitir os pacientes, essa demora tende a ficar maior não apenas na Paraíba, mas em todo Brasil. Infelizmente os setores de saúde não podem comportar tantos os doentes e por isso a necessidade do distanciamento social”, lamentou o médico.

SAMU de Alhandra adota protocolo interno e EPIs para atender casos de coronavírus

Profissionais do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU 192), de Alhandra, estão trabalhando com Equipamento de Proteção Individual, EPIs, específicos para atender pacientes com suspeita do Novo Coronavírus (Covid-19). Adquiridos pela gestão municipal, os EPIs são macacões descartáveis, luvas óculos de proteção, máscara modelo PFF2, protetor facial, botas impermeáveis, dentre outros equipamentos de proteção.

 

Para enfrentar o novo Coronavírus, a Prefeitura de Alhandra investe em novos canais de atendimento. Uma das principais ferramentas nessa estratégia é comunicar e acolher a população através da Plataforma de Atendimento Online de Saúde, que realizou 311 atendimentos entre os dias 11 e 15 de maio de 2020.

O plantão ajuda a detectar casos suspeitos de Covid-19 e oferece orientação especializada com profissionais de saúde e ainda encaminha uma equipe para atendimento domiciliar.

A equipe de visitas da Vigilância Epidemiológica, que realiza a testagem dos pacientes suspeitos, composta por profissionais de saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou 79 visitas domiciliares.

Nestas visitas, foram realizadas coletas de SWAB (exame laboratorial que detecta o vírus nas vias respiratórias do paciente - é enviado ao laboratório estadual e pode levar até 10 dias para emissão do laudo), testes rápidos e orientações.

O Plantão Coronavírus é um projeto da Secretaria da Saúde de Alhandra, desenvolvido para acompanhar de perto a população. O serviço funciona das 08h às 17h de segunda à sexta.

O contato é través do número (83) 9 9167-5629 – para facilitar o atendimento, envie uma mensagem pelo whatsapp com nome completo, sintomas, data de início e idade.

 

Mesmo em meio a uma pandemia, em que as escolas encontram-se fechadas para evitar aglomerações, a Escola Municipal Zélia Correia do Ó dá exemplo de superação e vem conseguindo a adesão dos alunos nas aulas online que acontecem há mais de um mês. A unidade escolar, com todo apoio da Secretaria de Educação de Alhandra que não mediu esforços em prestar toda assistência aos professores e a equipe pedagógica vem registrando bons índices e agradando pais e estudantes.

As videoaulas, que começaram a serem realizadas em abril, estão acontecendo através de aplicativos Google Classroom e também pelo WhatsApp. “Há mais de um mês iniciamos nossas aulas online, os professores explicam os assuntos com muita dinâmica e compromisso em passar o melhor para nossos alunos. Também são encaminhadas atividades para extraclasse, para que os alunos possam exercitar o aprendizado. Tudo isso vem sendo muito gratificante, podemos ver de perto,  mesmo virtualmente, o entusiasmo dos nossos alunos em continuarem estudando neste período de pandemia”, celebra a diretora, Vera Lúcia Firmino.

A diretora destaca o empenho da Secretaria de Educação, do Prefeito Renato Mendes e dos pais dos alunos pelo incentivo ao estudo neste período de isolamento social.

“Não podemos deixar de reconhecer o papel fundamental dos pais ao incentivar seus filhos a participarem das aulas da Secretaria de Educação e do Prefeito Renato Mendes que nos deu toda estrutura e suporte nessa missão. Essa parceria e apoio são fundamentais para o sucesso dessas novas ferramentas de Educação. Somos a única escola de Alhandra com aulas online e isso é reflexo da boa relação entre pais, professores e alunos”, acrescenta a diretora.A escola conta com 18 turmas do Ensino Fundamental 1, 20 turmas do Fundamental 2 e 6 turmas de Educação para Jovens e Adultos. “Nosso trabalho vem sendo constante. Preparar aulas para 460 crianças, 490 adolescentes e 129 jovens e adultos da rede municipal de ensino tem sido um desafio, mas toda a equipe formada por 91 professores e 14 cuidadoras para alunos especiais, está  super empenhada. Temos as videoaulas nos três turnos: manhã, tarde e noite, que são também acompanhadas pelos gestores adjuntos e equipe de supervisão”, destaca Vera.

A diretora aproveitou a ocasião para agradecer toda equipe, aos professores e aos gestores adjuntos Clécio André e Josélia Vieira, além da equipe de supervisão formada por Sandra Bonfim, Lucineide Ferreira e Maria José Ferreira.

Sub-categorias

PLANTÃO CORONAVÍRUS NO WHATSAPP

PHOTO 2020 05 06 22 41 29