Mesmo na pandemia, a oposição em Alhandra não dá trégua e vive criando fake news contra a gestão do prefeito Renato Mendes. A irresponsabilidade de espalhar falsas informações divulgadas diariamente pela oposição nas redes sociais, fez com que o gestor direcionasse as discussões para o âmbito judicial, tendo em vista que fake news é crime. Os atos relacionados à criação, à divulgação e à disseminação de informações falsas podem ser enquadrados em pelo menos oito artigos do Código Penal e um do Código Eleitoral, com penas que vão desde a aplicação de multas até a prisão e a perda de direitos políticos.

 A mais recente mentira criada e compartilhada pela oposição, foi sobre um suposto repasse de verba do Governo Federal para combater a disseminação do coronavírus em Alhandra.

“São irresponsáveis as inverídicas informações veiculadas nas redes sociais sobre o suposto recebimento de recursos federais para o enfrentamento da Covid-19, por parte da prefeitura de Alhandra. Os referidos recursos dependem de aprovação pela Câmara Federal, não havendo qualquer recebimento até esta data. Tão logo que houver o recebimento desses recursos, haverá ampla divulgação”, disse Renato Mendes.

O prefeito lamentou que em um momento que exige unidade de todos nós, pessoas mal intencionadas utilizam falsas informações como instrumento político, visando ofuscar a verdade e, acima de tudo, ludibriar a sociedade alhandrense.

“Devemos negar o discurso do quanto pior melhor, típico de uma oposição desesperada e faminta pela ascensão ao poder, e nos filiar ao discurso de união, para que possamos juntos, vencer mais um obstáculo em nossas vidas. A verdade há de prevalecer! Saibam que, cada um será chamado pela justiça para aprenderem a parar de mentir”, afirmou o prefeito.