A Prefeitura de Alhandra por meio da Secretaria de Educação Municipal, iniciou o cadastramento dos estudantes universitários e cursos técnicos que utilizarão os ‘passes universitários’ para utilizar o transporte municipal no deslocamento até as unidades educacionais durante o ano de 2018.

O cadastramento está sendo realizado na Secretaria de Educação, localizada na lateral da Prefeitura, de segunda a sexta, das 08h às 12h. Os interessados devem apresentar os seguintes documentos: declaração da instituição de ensino, cópias de RG e CPF, comprovante de residência e foto 3×4.

Além do cadastro inicial, é necessário que os estudantes que já utilizam o transporte, façam o recadastramento anual, para atualização de dados.

Depois de cadastrado, o estudante receberá os passes universitários para utilizar nos ônibus disponibilizados pela Prefeitura Municipal.

 

A Prefeitura Municipal de Alhandra através da Secretaria de Educação, divulgou nesta sexta-feira (12), o calendário escolar do ano de 2018, com o início das aulas para o dia 05 de fevereiro. As matriculas foram abertas para os novos alunos na segunda-feira (08), após período de renovação das matriculas.

O secretário de educação, Daniel Miguel disse que as escolas estão melhor preparadas para receber os alunos e professores. Estão sendo realizadas benfeitorias estruturais, manutenção e pintura em algumas unidades escolares.

Desde o início da gestão do Prefeito Renato Mendes, a Prefeitura Municipal de Alhandra (PMA) vem realizando ações para melhorar a qualidade do ensino e aprendizado, com intervenções nas estruturas escolares visando melhorar a qualidade do ensino para os alunos alhandrenses.

De acordo com o secretário de Educação, o município encerrou o ano letivo de 2017 com quadro de 250 professores e cerca de 3.400 alunos matriculados nas vinte escolas e três creches que compõem a Educação de Alhandra. Para este ano de 2018, Daniel Miguel espera que o número de alunos seja ampliado em 10%.

O secretário também informou que todas as unidades serão abastecidas com merenda de qualidade e que o fardamento será entregue aos alunos já na primeira semana de aula.

hh

Na cidade de Alhandra, Litoral Sul da Paraíba, atendendo aos requisitos do Ministério da Saúde, as secretarias de Saúde, Educação e Bem Estar Social se uniram para realizar a Semana de Prevenção e Combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor de doenças como a Dengue, Zika e Chikungunya, com o objetivo de mobilizar e educar sobre os perigos e ações que podem ser realizadas pelos moradores.

As atividades foram iniciadas numa gincana cultural com ações educativas, nesta segunda-feira (20), no ginásio ‘O Wilsão’ onde alunos das escolas Alfredo José de Carvalho e Zélia Correia do Ó participaram do evento, onde ações sobre o tema Aedes foram realizadas com a participação do alunado.

Aproveitando a ocasião do dia da Consciência Negra, comemorado hoje, os alunos também fizeram uma apresentação cultural sobre o tema. 

A equipe vencedora da gincana foi a equipe verde que representou a escola Zélia Correa do Ó.

De acordo com Kamilla Gadelha, coordenadora da vigilância sanitária, o intuito da atividade foi alcançado, pois os alunos foram devidamente orientados e serão agentes multiplicadores das informações em suas residências, comunidades e também na escola.

“A única forma de enfrentar a dengue é combater o seu vetor, o mosquito Aedes aegypti. A finalidade da Gincana Estudantil é compreender que o combate à dengue é um assunto que não se limita apenas ao Poder Público, mas que deve mobilizar todo cidadão, levando informações sobre os cuidados com a dengue, a eliminação de focos do mosquito, o recolhimento de materiais que possam acumular água, a limpeza de terrenos e despertar na comunidade a preocupação permanente com a dengue, formando uma rede de mobilização que se estenda a todas as regiões da cidade. É sabido que as crianças, adolescentes e jovens têm um poder maior de sensibilização e conscientização junto aos pais e familiares. Além de ser um agente mobilizador, o estudante tem consigo o espírito de competição aflorado e acostumado a fazer tarefas em equipe”, destacou Kamilla Gadelha.

 

 

 

 

O Programa Qualiescola do Instituto Qualidade no Ensino (IQE) promoveu nesta segunda-feira (30), na Escola Zélia Correia do Ó, através da Secretaria de Educação coordenada pelo Professor Daniel Miguel, mais uma etapa da formação pedagógica com os professores municipais do terceiro ao nono ano do ensino regular. O Qualiescola é um programa patrocinado pela empresa Jeep e a alguns meses participa de atividades na educação em Alhandra.

Na formação, os professores puderam elaborar o planejamento pedagógico do 4° bimestre e estudo de sequências didáticas, com o intuito de melhorar o conteúdo a ser repassado para os alunos e também a organização de cada profissional.

 “O encontro realizado com os docentes municipais visa acompanhar o seu desempenho, dos gestores, coordenadores e principalmente de cada aluno. É através dessa união que podemos melhorar o ensino em nosso município. Já fizemos outras formações e continuaremos nosso trabalho, a formação é algo que deve ser continuado para obtermos sempre mais retorno”, destacou Maria Márcia, coordenadora do Programa Qualiescola.

Em Alhandra, o Programa tem sido implantando em 16 escolas, beneficiando mais de 2 mil pessoas entre alunos e professores. Investir em educação é construir um novo tempo!

 

 

 

Ascom

 

A Secretaria de Educação de Alhandra realiza durante todo dia desta segunda-feira (30), o 1º encontro do Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) 2017/2018. O evento acontece na Escola Zélia Correia do Ó e tem o objetivo de formar os professores do 1º ao 3º ano, com direitos de aprendizagem para alfabetizar os alunos na idade certa. O secretário Daniel Miguel está participando do encontro e destaca a importância do Programa.

Durante o encontro foram oferecidas oficinas onde os profissionais trocaram experiências vividas em sala de aula, avanços e troca de saberes sobre a prática pedagógica.

“O PNAIC é um compromisso formal assumido entre o governo federal, com os estados e municípios, com o propósito de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental. Em cada município são formados grupos de estudos com o objetivo de debater e receber formação continuada nas práticas docentes”, disse Daniel Miguel.

Segundo a Coordenadora Vanilta Mendes falou da importância do PNAIC. É um programa muito importante porque adquirirmos conhecimento e podemos trabalhá-lo com a equipe escolar, auxiliando os professores neste processo de desenvolvimento. É uma troca de experiências”, explicou.

 

 

Ascom