SAÚDE

  

Os primeiros dias do Mutirão de Cirurgias de Catarata, realizado no Centro de Olhos da Paraíba (COP) em uma grande parceria com a Prefeitura Municipal de Alhandra, por meio da Secretaria de Saúde,  atendeu nesta sexta-feira (03) aproximadamente 20 pacientes. Eles passaram pelo atendimento pré-operatório e, logo em seguida, foram encaminhados para a cirurgia.

De acordo com a secretária de Saúde, Albarina Kelly, esse é só o começo do 'Mutirão da Catarata' que continuará realizando cirurgias durante todo o mês, com intuito de zerar a fila de espera por este tipo de procedimento cirúrgico no município.

"Demos início hoje a realização das cirurgias de catarata dos usuários contemplados no mutirão de cirurgias eletivas. A Secretaria de Saúde fez as avaliações durante todo mês de julho, oferecendo aos pacientes os exames necessários para realização do procedimento cirúrgico, a exemplo dos exames laboratoriais e risco cirúrgico, além do transporte para a locomoção dos mesmos para realização das cirurgias no Centro de Olhos da Paraíba, em João Pessoa. Vamos continuar com as cirurgias na próxima semana com intuito de zerar a fila de espera por cirurgias de catarata em Alhandra, tudo isso graças a atenção do Prefeito Renato Mendes com quem quer voltar a enxergar e ter uma melhor qualidade de vida", afirmou Albarina.

Os pacientes com sintomas de catarata sofrem com limitação no seu dia a dia e a cirurgia tem a capacidade de restaurar a qualidade de vida.

A catarata atinge quase metade (46,2%) da população mundial com mais de 65 anos. Estima-se que no mundo cerca de 160 milhões de pessoas tenham esta doença, considerada a maior causa de cegueira evitável.

A catarata consiste na opacidade total ou parcial do cristalino, lente natural do globo ocular, que é responsável pela focalização da visão para perto e para longe. O que leva à doença, além do envelhecimento, é o paciente ter diabetes, glaucoma e histórico familiar com a enfermidade. A cirurgia consiste em substituir o cristalino opaco por prótese denominada de lente intraocular.

 

Pensando em oferecer mais tranquilidade e segurança às vítimas de acidentes e pessoas que necessitem de atendimento pré-hospitalar de urgência, a prefeitura Municipal de Alhandra (PMA) por meio da Secretaria de Saúde iniciou nesta quarta-feira (1°) o curso de Capacitação e Atendimento pré-hospitalar (APH) para todos os profissionais da Atenção Básica da Estratégia de Saúde da Família.

A ação visa capacitar e desenvolver a assistência para atuar no acolhimento das urgências das doenças crônicas mais prevalentes quando agudizadas, acidentes dentro do município e nas situações que possam envolver risco de vida.

As informações assimiladas agilizam a identificação e diagnóstico das lesões e a melhor conduta a seguir, conforme protocolos nacionais de atendimento.

 

A Secretaria de Saúde promove a educação permanente para fortalecer a Atenção Básica e valorização dos profissionais que atuam na área do município e assim melhor atender a população de Alhandra.

“O nosso principal objetivo é a valorização profissional dos servidores públicos municipais e demais colaboradores, assim como na qualidade da prestação do serviço oferecido à população. Com isso todos ganham, pois de um lado os profissionais irão incorporar ao currículo um curso de grande importância e por outro, a população irá contar com um serviço de melhor qualidade”, pontuou Albarina Kelly, secretária municipal de Saúde.

A capacitação é realizada pela Capacitec NE, tendo o curso ministrado pelo instrutor Diego Diniz.

As aulas serão transmitidas ao vivo através do facebook da Capacitec NE: https://www.facebook.com/capacitec

     

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Mata Redonda I tem desempenhado um trabalho de atenção aos cidadãos com equipe completa e atendimento qualificado. Na segunda semana de julho a Unidade recebeu mais uma componente para a equipe, a Dra. Drielly Nunes, médica e responsável por 4 dias de atendimento, das 8h00 ás 16h00, no horário normal de funcionamento.

Na Unidade são oferecidos os serviços de acompanhamento da gestante e do bebê (pré-natal e puericultura), consulta odontológica, atendimento de enfermagem, dispensação de medicamentos básicos, preservativos e contraceptivos, exames preventivos (câncer de colo de útero), imunização, planejamento familiar e coleta de exames.

De acordo com a enfermeira que coordena a UBS, Lourdina Gomes, há um cronograma semanal, onde enfermeiros, agentes de saúde, médica e odontólogo atendem prioritariamente um grupo de usuários e também urgências que podem ocorrer. Além da assistência no próprio posto, equipes são enviadas semanalmente a visitas domiciliares, na área urbana e também no centro.

 

O Prefeito Renato Mendes, destacou, que a contratação da médica para a área é a concretização de um “compromisso assumido com a comunidade, firmado através das reais necessidades da população” e que, “a Prefeitura se disponibiliza a não apenas contratar a profissional, mas também fornecer à medica condições ideais para que a mesma desempenhe, da melhor maneira, o seu trabalho”.

As consultas agendadas são feitas na recepção e direcionadas não só ao atendimento médico, como ao odontológico. Já as gestantes, crianças para vacinação, diabéticos e hipertensos, são recebidos e atendidos nos dias listados:

•Segunda-feira: são realizados turno da manhã atendimentos agendados, já a tarde, o suporte é dado as jovens e adultas grávidas com atendimento de pré-natal;
•Terça-feira: assistência a diábeticos e hipertensos;
•Quarta-feira: Visitas domiciliares;

O horário de funcionamento da Unidade é de 7h30 (recepção), 8h assistência com médica, odontólogo, enfermeiros e agentes de saúde, até às 16h da tarde.

 

 

       

Nesta quinta-feira (19), o Magazine Luiza realizou mais uma edição de sua SIPAT - Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho e uma parceria com a Secretaria de Saúde de Alhandra disponibilizou aos funcionários vacinas contra tétano, difteria, hepatite B e influenza.

Presente no evento, a coordenadora de imunização da Saúde Municipal, Emanuele Macêdo, destacou a importância de se prevenir contra doenças.

“Entendemos que prevenir o adoecimento e promover a saúde individual e coletiva no ambiente corporativo é uma estratégia essencial para reduzir os riscos de transmissão de doenças, por isso, estivemos com nossa equipe participando dessa ação, totalizando a aplicação de 147 doses de vacina”, informou  Emanuelle Macedo.

A secretaria de saúde Albarina Kelly também reforçou a importância da vacinação e da SIPAT. “Nós que fazemos parte da PMA, e sabemos da relevância na saúde que tem a vacinação em dia, temos a alegria em poder participar da Semana Interna de Prevenção de Acidentes. Tivemos a oportunidade não só de vacinar, mas orientar aqueles que ainda tem atrasos no calendário vacinal, ou que apresentam algum receio em receber a dose”.

Na oportunidade, foi realizada uma palestra pelo Corpo de Bombeiros, onde todos foram orientados sobre a importância de manter o calendário vacinal atualizado. Para aqueles que precisam de vacinação ou constam algum atraso, é necessário comparecer em uma das Unidades de Saúde de seu bairro para a aplicação da vacina.

 

       

O Centro de Reabilitação Municipal de Alhandra promoveu nesta quarta-feira (20) o seu Arraial de São João entre pacientes e servidores da unidade. A festa junina foi realizada em uma área de lazer da cidade com interação e atividades.

O evento teve o objetivo de oferecer um momento de lazer e integração para as pessoas que são atendidas no Centro.

Segundo a coordenadora, Adriana Lucena, eventos como esse são sempre muito importantes para os pacientes em sua maioria vítimas de acidentes, derrames ou portadores de problemas físicos.

“São pessoas que já vêm de uma rotina de tratamentos e que precisam se integrar mais, voltar a se socializar e foi esse o objetivo da festa. Quero agradecer a Secretaria de Saúde e ao prefeito Renato Mendes por possibilitarem a realização da nossa festa junina”, disse Adriana.

Os participantes aproveitaram os momentos de lazer e ainda um farto lanche com comidas típicas.

Funcionamento

O Centro Municipal de reabilitação funciona de segunda à sexta das 8h às 16h. Para o paciente ter acessos aos serviços, ele deve levar um encaminhamento médico ou de um PSF com os documentos pessoais.