A Prefeitura de Alhandra confirmou nesta quinta-feira (29), o primeiro óbito por Coronavírus de uma moradora da cidade que estava internada há três meses em João Pessoa. Outros dois homens de 56 anos testaram positivo e estão sendo acompanhados pela Saúde Municipal. 

O prefeito Renato Mendes faz questão de ressaltar a importância do isolamento social e que todas as medidas contra a propagação do vírus estão sendo tomadas pela gestão.

Equipes de saúde de Alhandra passaram por treinamentos e estão capacitadas tanto para a coleta dos exames da Covid-19 quanto para os procedimentos de isolamento que evitam demais contaminações. “Estamos tomando todas as medidas para que o povo de Alhandra continue protegido desse vírus. Implantamos até uma central de informações para tirar todas as dúvidas da população e orientar os pacientes com sintomas suspeitos, o Plantão Coronavírus. Mesmo assim, pedimos encarecidamente a todos que fiquem em suas casas para que juntos possamos vencer mais essa batalha. Precisamos evitar a disseminação desse vírus e manter o isolamento social”, ressalta o prefeito Renato.

O “Plantão Coronavírus” atende a população de Alhandra por meio do telefone (83) 9 9167-5629. Esse número também pode ser utilizado para troca de mensagens pelo WhatsApp ou pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Confira Boletim:
Informamos que até está quinta (30), a Secretaria de Saúde notificou 72 pacientes que apresentam síndrome gripal, através dos estabelecimentos de saúde do município, destes, 28 encontram-se em isolamento domiciliar, monitorados pelos profissionais das Unidades Básicas de Saúde e Vigilância Epidemiológica. 

Sobre os novos casos (2 pacientes) confirmados:

Homens com idades de 56 anos, residentes na cidade de Alhandra, ambos testaram positivo através de teste rápido, e seguem acompanhados pelas Unidades Básicas de Saúde em isolamento domiciliar. 

Óbito: Mulher, idosa de 61 anos, residente na cidade de Alhandra, hipertensa, com sequelas neurológicas e diabética. Encontrava-se internada há mais de 3 meses em hospital público de João Pessoa.