A Secretaria Municipal de Saúde de Alhandra, através do Núcleo Ampliado à Saúde da Família (NASF), realizou nos dias 10, 12 e 19 do corrente mês, caminhadas em Mata Redonda, Subauma e Alhandra em alusão ao SETEMBRO AMARELO que visa a conscientização sobre a prevenção ao suicídio.

É uma campanha nacional iniciada em 2015 em Brasília-DF, sendo uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina ( CFM) e da Associação Brasileira da Psiquiatria (ABP).

A caminhada contou com a participação de toda equipe do NASF, coordenadora do PSE, Juliane Rocha, ACS: Eunice, Beatriz e Eliane, técnica de enfermagem Sandra, grupos de idosos e principalmente pelos alunos do 4º e 5º ano da Escola Municipal Antenor da Silva, onde durante a ação, utilizaram vários cartazes de conscientização.

De acordo com a Secretária de Saúde, Albarina Kelly , “Os estudantes são agentes multiplicadores de informações, não tenho dúvidas que todas as palestras, informações e esclarecimentos que eles acompanham irão falar com seus amigos e familiares. E aí está a importância da prevenção ao suicídio. A secretária ressaltou ainda que o objetivo da campanha é conscientizar as pessoas que há soluções para este problema que vem assolando a sociedade . "É importante que toda sociedade esteja engajada e que estejamos juntos nessa caminhada", concluiu.

Para a psicóloga do NASF, Eliane Mendes, há alguns sinais que podem ser identificados por familiares e amigos como sendo de risco, auxiliando a prevenção, são eles : desinteresse pelas atividades que sempre foram prazerosas, sentimentos de inutilidade, culpa e desesperança, cansaço extremo, irritabilidade, dificuldade de concentração e de tomar decisões e até mesmo falta de higiene com o próprio corpo e isolamento, são comportamento de alerta. A pessoa tende também a achar que é um fardo para seus amigos e familiares.

A coordenadora do NASF , Cleidilene Lacerda, refere que o evento é de suma importância e a ideia é promover eventos que abrangem espaço para debates , esclarecimentos e informações sobre a prevenção ao suicídio e principalmente divulgar o tema alertando a população sobre a importância de sua discussão e falar sempre será a melhor solução, ressaltando ainda que as pessoas que querem alguma ajuda sobre o assunto, podem procurar o Núcleo Ampliado a saúde da Família ( NASF) ou qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) do município. Na medida que for diagnosticado, o paciente será encaminhado para o acompanhamento profissional.

Média alta

A cada 40 minutos, uma pessoa tira a própria vida no Brasil. O país registrou 10.575 casos em 2016, segundo o Ministério da Saúde. A pasta pretende diminuir as taxas de suicídios no país em 10% até 2020.