SAÚDE

       

O Centro de Reabilitação Municipal de Alhandra promoveu nesta quarta-feira (20) o seu Arraial de São João entre pacientes e servidores da unidade. A festa junina foi realizada em uma área de lazer da cidade com interação e atividades.

O evento teve o objetivo de oferecer um momento de lazer e integração para as pessoas que são atendidas no Centro.

Segundo a coordenadora, Adriana Lucena, eventos como esse são sempre muito importantes para os pacientes em sua maioria vítimas de acidentes, derrames ou portadores de problemas físicos.

“São pessoas que já vêm de uma rotina de tratamentos e que precisam se integrar mais, voltar a se socializar e foi esse o objetivo da festa. Quero agradecer a Secretaria de Saúde e ao prefeito Renato Mendes por possibilitarem a realização da nossa festa junina”, disse Adriana.

Os participantes aproveitaram os momentos de lazer e ainda um farto lanche com comidas típicas.

Funcionamento

O Centro Municipal de reabilitação funciona de segunda à sexta das 8h às 16h. Para o paciente ter acessos aos serviços, ele deve levar um encaminhamento médico ou de um PSF com os documentos pessoais.

 

         

A Prefeitura Municipal de Alhandra, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em parceira com o Projeto Colgate, Ministério da Saúde e UFPB, recebeu nesta quarta-feira (13) mais de 19 mil kits de escovação bucal que serão distribuídos de forma gratuita com os moradores da cidade que participam do projeto.

Os Kits são divididos entre adulto e infantil, os municipicipios beneficiados com os Kits foram escolhidos através do Indice de Desenvolvimento Humano (IDH), e os moradores participantes recebem as visitas de dentistas e auxiliares de cada setor do município.

A secretária de Saúde, Albarina Kelly, destaca que são iniciativas de parceria como esta que diferencia a forma pela qual a Prefeitura Municipal de Alhandra vem qualificando os serviços e atendendo as necessidades da população.

“Com apoio técnico da UFPB para acompanhamento epidemiológico da cárie dentária, recebemos em contra partida os 19.100 kits de escovação que são distribuídos para os participantes dos domicílios avaliados. Com isso estaremos promovendo a prevenção dos agravos mais comum da cavidade bucal”, informou.

A pesquisa é realizada através dos profissionais de odontologia da Secretaria de Saúde que visitam os domicílios realizando entrevistas, entregando os kits de escovação (escova, creme dental e sabonete) e aplicando verniz com flúor nas manchas iniciais de cárie. Além de criar vínculo com a comunidade, o projeto integra as equipes de saúde e reestrutura ações de saúde bucal nas comunidades, aumentando a promoção e prevenção dos agravos mais comuns da cavidade bucal.

O projeto será realizado até o ano de 2020 e a intenção é que até chegar ao fim, os índices de cáries, principalmente nas comunidades mais carentes diminua.

     

O Hospital Municipal Alfredo de Almeida Ferreira, realizou na tarde desta terça-feira (05) uma homenagem à equipe de Enfermagem (Enfermeiros/Técnicos), em comemoração a semana da Enfermagem. Os profissionais também participaram de um curso de capacitação com o tema: avaliação em feridas com simulação realística, pela enfermeira dermatológica, Adellúcia Santos Silva.

A diretora administrativa do Hospital de Alhandra, Elânia Lima, foi a responsável por realizar a abertura do evento, em seguida Luciene Ferreira (Coordenadora de enfermagem) destacou o empenho de toda equipe em fazer sempre o melhor no atendimento à população alhandrense.

Elânia Lima registrou os agradecimentos ao prefeito Renato Mendes pelo apoio de sempre. “Temos uma equipe dedicada que conduz com responsabilidade, competência e carinho o atendimento aos nossos munícipes, pedimos a Deus que recompense com bençãos, fazendo com que seus caminhos sejam iluminados pelo amor divino. Agradeço ao prefeito por todo apoio e incentivo disponibilizado a todos que fazem o Hospital Alfredo de Almeida Ferreira”, disse a diretora.

Na oportunidade, a direção do hospital entregou o fardamento para toda equipe, além de brindes, sorteios e finalizando com um saboroso coffee break.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, iniciada em 23 de abril, foi prorrogada até 15 de junho, por causa da greve do transporte de caminhoneiros. Inicialmente, o prazo final era a próxima sexta-feira (1º). A prorrogação foi confirmada pelo Ministério da Saúde.

Até a manhã desta quarta-feira (30), o município de Alhandra, no Litoral Sul, vacinou 3.753 pessoas, atingindo um total de 91,47% previsto. Com esse número, Alhandra alcança a meta estabelecida superando o índice nacional e estadual.
Em Alhandra, a maior adesão vem sendo os idosos, onde o município vacinou 100% da meta para este grupo. No entanto, entre as gestantes e mulheres no pós-parto, a procura vem sendo reduzida.

Para a secretária de saúde de Alhandra, Albarina Kelly, a vacinação é uma das medidas mais efetivas e seguras para a prevenção da Influenza grave e suas complicações. Ela reforçou que as vacinas estão disponíveis em todas as unidades de saúde para atender a população prioritária que ainda não recebeu sua dose.

“Na maioria dos casos, a doença não se torna grave, mas entre os grupos suscetíveis, pode evoluir para casos de maior gravidade e, por isso, é essencial que a nossa população mais vulnerável esteja protegida. As equipes de Saúde de Alhandra, com o total apoio do prefeito Renato Mendes, estão empenhadas para que a imunização ultrapasse a meta dos grupos prioritários, de acordo com o que Ministério da Saúde preconiza”, explicou a secretária.
Veja qual é o público-alvo para receber as doses gratuitamente no SUS:

Pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos, trabalhadores da área de saúde, professores das redes pública e privada, mulheres gestantes e puérperas indígenas, pessoas privadas de liberdade (incluindo adolescentes cumprindo medidas socioeducativas), profissionais do sistema prisional, portadores de doenças crônicas (Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação).

 

A Prefeitura Municipal de Alhandra informou que alguns serviços na área de saúde foram afetados nesta quarta-feira (23), devido ao bloqueio das estradas durante a greve geral dos caminhoneiros. Muitos servidores da área são concursados e residem em outros municípios, devido ao bloqueio de estradas, avenidas e BRs, médicos, enfermeiros e outros profissionais não conseguiram chegar aos locais de trabalho na cidade que fica localizada às margens da BR-101, e já registra falta de combustível nos postos.

Segundo a secretária de Saúde, Albarina Kelly, os atendimentos dos PSFs, UBS, Policlínica, CAPs e Centro de Reabilitação foram prejudicados, mas, foram realizados com os poucos profissionais que residem no município.

“Infelizmente é uma situação que não depende de nós e que já vem afetando outros setores além da saúde, transporte público, e até abastecimento de alimento em todo Brasil. Continuaremos atendendo a população com equipes reduzidas e pedimos a compreensão de todos neste momento”, informou a secretária.