O município de Alhandra, no Litoral Sul da Paraíba, está oficialmente de luto por três dias em razão da morte do sargento da Polícia Militar, Lucimário Ferreira da Silva, 45 anos, que em vida prestou inestimável serviços à cidade, tendo exercido a respeitosa função de policial na 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (1ª CIPM) de Alhandra. O luto foi decretado pelo Prefeito Renato Mendes nesta terça-feira (22) e será publicada no Diário Oficial do município nesta quarta-feira, dia 23.

De acordo com o Decreto de Luto da Prefeitura Municipal, o sargento Lúcio realizou um trabalho policial dedicado à comunidade alhandrense no decorrer de sua vida como cidadão e membro da Polícia Militar da Paraíba. A morte do policial causou a consternação geral da população alhandrense e o sentimento de solidariedade, dor e saudade que emerge pela perda de um cidadão exemplar, respeitável e de conduta honrada.

A gestão municipal destaca que é dever do Poder Público alhandrense render justas homenagens àqueles que com seu trabalho, seu exemplo e sua dedicação, contribuíram para o bem estar da coletividade.

Morte e Consternação

O corpo do Sargento Lucimário Ferreira, 45 anos, foi encontrado nesta terça-feira (22), às margens da PB-032, no município de Pedras de Fogo. A Polícia Civil informou que o policial foi assassinado a tiros. O policial era conhecido como ‘Lúcio’, morava em Alhandra e fazia parte dos quadros da Polícia Militar da Paraíba há 26 anos, atualmente era da Força Tática da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (1ª CIPM), com atuação no Pelotão de Pedras de Fogo. A População de Alhandra ficou consternada com a notícia do desaparecimento no domingo (20) e da confirmação da morte nesta terça (22). O sepultamento ocorreu na tarde de hoje no cemitério municipal de Alhandra.