Em tempos de desrespeito ao erário público, apenas 26 prefeitos paraibanos deram bom exemplo e não usaram verbas públicas para diárias em 2018.

Dentre eles, está o prefeito Renato Mendes de Alhandra que durante 12 meses não utilizou de nenhum centavo da gestão para compra de gasolina, hospedagem ou passagens aéreas.

Dos 223 prefeitos, 26 não se valeram do uso de diárias para possíveis agendas fora dos municípios ao longo de 2018.

Esse tipo de despesa é legal e são utilizadas para deslocamento (passagens), alimentação e hospedagem de prefeitos, vice-prefeitos e servidores que obtiverem a concessão para eventuais agendas externas, como reuniões em ministérios e participação em eventos de capacitação para gestores.

Confira a lista dos prefeitos que não utilizaram diárias em 2018:

ALHANDRA – RENATO MENDES

AREIA – JOÃO FRANCISCO

BAYEUX – LUIZ ANTÔNIO ALVINO (PERÍODO QUE OCUPOU O CARGO INTERINAMENTE)

BOQUEIRÃO – JOÃO PAULO II

CABEDELO – VITOR HUGO

CACIMBA DE AREIA – ROGÉRIO CAMPOS

CALDAS BRANDÃO – NEUMA ROLIM

CAMPINA GRANDE – ROMERO RODRIGUES

CATOLÉ DO ROCHA – LEOMAR BENÍCIO MAIA

CATURITÉ – ZÉ JOÃO

CONGO – JUNIOR QUIRINO

CRUZ DO ESPÍRITO SANTO – PEDRITO

ESPERANÇA – NOBINHO

GUARABIRA – ZENÓBIO TOSCANO

GURINHÉM – CLÁUDIO MADRUGA

JUAREZ TÁVORA – ANA DE NAL

LASTRO – DR. ATHAIDE

MARI – ANTONIO GOMES

PILAR – BENICIO NETO

PITIMBU – LEONARDO BARBALHO

RIACHÃO DO BACAMARTE – GORDO AMARAL

SÃO BENTO – DR. JARQUES

SÃO DOMINGOS DO CARIRI – INARA MARINHO

SÃO MAMEDE – DR. JEFFERSON MORAIS

TACIMA – ERIVAN BEZERRA

TENÓRIO – EVILÁZIO SOUTO

 

 

Fonte: Paraiba Já