hh

Na cidade de Alhandra, Litoral Sul da Paraíba, atendendo aos requisitos do Ministério da Saúde, as secretarias de Saúde, Educação e Bem Estar Social se uniram para realizar a Semana de Prevenção e Combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor de doenças como a Dengue, Zika e Chikungunya, com o objetivo de mobilizar e educar sobre os perigos e ações que podem ser realizadas pelos moradores.

As atividades foram iniciadas numa gincana cultural com ações educativas, nesta segunda-feira (20), no ginásio ‘O Wilsão’ onde alunos das escolas Alfredo José de Carvalho e Zélia Correia do Ó participaram do evento, onde ações sobre o tema Aedes foram realizadas com a participação do alunado.

Aproveitando a ocasião do dia da Consciência Negra, comemorado hoje, os alunos também fizeram uma apresentação cultural sobre o tema. 

A equipe vencedora da gincana foi a equipe verde que representou a escola Zélia Correa do Ó.

De acordo com Kamilla Gadelha, coordenadora da vigilância sanitária, o intuito da atividade foi alcançado, pois os alunos foram devidamente orientados e serão agentes multiplicadores das informações em suas residências, comunidades e também na escola.

“A única forma de enfrentar a dengue é combater o seu vetor, o mosquito Aedes aegypti. A finalidade da Gincana Estudantil é compreender que o combate à dengue é um assunto que não se limita apenas ao Poder Público, mas que deve mobilizar todo cidadão, levando informações sobre os cuidados com a dengue, a eliminação de focos do mosquito, o recolhimento de materiais que possam acumular água, a limpeza de terrenos e despertar na comunidade a preocupação permanente com a dengue, formando uma rede de mobilização que se estenda a todas as regiões da cidade. É sabido que as crianças, adolescentes e jovens têm um poder maior de sensibilização e conscientização junto aos pais e familiares. Além de ser um agente mobilizador, o estudante tem consigo o espírito de competição aflorado e acostumado a fazer tarefas em equipe”, destacou Kamilla Gadelha.