AGRICULTURA

Em reunião realizada nesta terça (31) para traçar um plano de recuperação da estrada que liga o município de Alhandra ao Abiaí em Pitimbu, ficou definido que as duas Secretarias de Agricultura das respectivas cidades trabalharão em parceria para reestruturar a rodovia vicinal.

De acordo com os responsáveis, a união das prefeituras estabelece um bom andamento dos serviços de terraplanagem que serão realizados.

A recuperação da estrada entre Alhandra e Abiaí será nos trechos mais críticos que impedem a passagem de veículos e o escoamento da produção agrícola. O secretário de agricultura de Alhandra, Fabiano Veloso, comentou que duas vezes por semana as máquinas niveladoras dos municípios realizarão juntas um mutirão de trabalho.

“Serão duas máquinas niveladoras, duas retroescavadeiras e duas caçambas trabalhando nesse projeto. Nós da secretaria estamos muito alegres com o início da concretização desse projeto e agradecemos desde já a colaboração do secretário de agricultura da Prefeitura de Pitimbu, que nos ouviu e abraçou a causa conosco”, afirmou Fabiano Veloso.

O projeto será executado nas próximas semanas, aguardando apenas a data que será marcada para o início do trabalho das máquinas

 

A Prefeitura Municipal de Alhandra está disponibilizando 1.500 doses de vacina contra a febre aftosa, para serem distribuídas aos pequenos criadores de gado do Município.

Para receber as vacinas, o pequeno criador tem que comparecer a sede da Secretaria de Agricultura, que é a responsável pela distribuição.

Em Alhandra, a campanha seguirá até o dia 31 de maio e todo o rebanho deve ser vacinado.

Sobre a importância da vacinação, o secretário de agricultura, Fabiano Veloso destacou que “além do animal ficar imune à doença, o criador pode transitar com o rebanho, comercializá-lo livremente, participar de eventos como feiras e exposições”, ressaltou.

Fabiano Veloso também lembrou que mais uma vez o município de Alhandra oferece total apoio aos Pequenos Criadores, disponibilizando as vacinas para a proteção dos rebanhos e garantindo que a população possa consumir uma carne saudável.

 

 

 

 

Com o intuito de promover o crescimento do setor agrícola, a Secretaria de Agricultura de Alhandra trabalha em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB), distribuindo continuamente sementes de milho e feijão, tendo o objetivo de estimular o plantio dos grãos.

Os interessados em obter o serviço devem ir até a EMATER de Alhandra com documentos de CPF, identidade e comprovante de residência para só então serem distribuídos pela equipe da secretaria e responsáveis do instituto para os plantadores.

O diretor regional Perácio Manoel Cabral, comentou que "fomentar a Agricultura Familiar, a partir do acompanhamento aos agricultores, é a missão da entidade. Junto com a Secretaria de Agricultura da Prefeitura de Alhandra, estamos trabalhando com o incentivo e capacitação dos pequenos e médios agricultores. Sabemos que a partir dessa parceria iremos conquistar grandes avanços para toda a cidade. Alhandra tem um potencial imenso, terras proveitosas e frutíferas. Nosso serviço tem produzido efeito e produzirá ainda mais", disse.

O secretário da pasta, Fabiano Veloso acrescenta que o trabalho de distribuição das sementes é contínuo e que qualquer agricultor de toda Alhandra pode procurar tanto a secretaria quanto a EMATER para obter benefícios, orientação e acompanhamento.

    

 

A Prefeitura Municipal de Alhandra (PMA) vem disponibilizando maquinário completo (trator, arado) para atender os produtores rurais que fizeram a solicitação na Secretaria de Agricultura, através de um cadastro simples. A operação do maquinário é realizada pelo tratorista da própria prefeitura e acompanhada por técnicos da secretaria.

No ano de 2017, a gestão do prefeito Renato Mendes adquiriu duas máquinas agrícolas com grade aradora, equipamentos que foram entregues aos cuidados da secretaria de Agricultura, que tem como secretário Fabiano Veloso. Durante todo o ano passado, foram disponibilizadas para os produtores rurais de Alhandra duas mil horas de tratores. Continuando com a proposta de fortalecer a agricultura local da cidade que é conhecida como “Terra do Inhame”,  ajudando a facilitar o plantio com a preparação da terra.

Segundo dados da secretaria, neste ano de 2018 as máquinas já trabalharam em diversas áreas de produção por 500 horas, preparando o solo para o plantio de inhame, milho, macaxeira e feijão. Os agricultores do município estão sendo beneficiados diariamente com o uso das máquinas. A cada dia são quatro beneficiários recebendo o trator em suas propriedades, tendo direito a duas horas cada um.

De acordo com o secretário Fabiano Veloso, um trabalho que duraria vários dias é agilizado com a ajuda no preparo do solo por meio da mecanização agrícola. Com isso, as pequenas propriedades recebem o apoio que merecem e alcançam a produtividade que precisam, com grande estímulo para as culturas de subsistência de Alhandra.

Para solicitar as horas de trator, o interessado deve procurar a Secretaria de Agricultura levando cópias da identidade, do CPF e comprovante de endereço. Cada agricultor será beneficiado de acordo com a agenda de trabalho dos tratores.

 

 

A Gestão Municipal de Alhandra, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura intensificou os serviços de recuperação das estradas vicinais da Zona Rural do município. O trabalho de recuperação das estradas rurais tem como objetivo garantir a melhor trafegabilidade e o acesso de veículos e, consequentemente o transporte escolar.

Segundo o Secretário Fabiano Veloso, os serviços estão sendo realizados nesta semana na ladeira de Mucacu, no trecho que faz a ligação da pista da Fábrica Elizabeth com a PB-008, no sentido praia.

O trabalho de recuperação das estradas é constante e tem impacto direto no desenvolvimento econômico do município, devido a trafegabilidade de caminhões no local. Ele é feito em duas etapas, sendo que a primeira consiste no patrolamento permanente de todas elas de forma a mantê-las em perfeitas condições.

A segunda consiste em recuperar trechos críticos e em condições de interdição parcial ou total, dificultando ou impedindo a acessibilidade dos moradores das mais diversas comunidades. Neste caso, estes locais geralmente são trechos com graves problemas de erosão, estradas com alta declividade sem drenagem pluvial ou locais sujeitos a alagamentos nos períodos das chuvas.

“A equipe da Secretaria de Agricultura está atenta as dificuldades das estradas da Zona Rural, e sempre realizamos a manutenção e recuperação das estradas, principalmente em período de chuva”, destacou o secretário Fabiano.