Mantendo a tradição da Semana Santa e com o intuito de garantir que as famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social do município possam ter uma Sexta-feira Santa mais digna, a Prefeitura de Alhandra entregou nesta quinta-feira (29) 22 toneladas de peixe corvina.

A logística de distribuição dos alimentos contou com a participação do prefeito Renato Mendes (DEM), Secretária de Bem Estar Social, Fabiana Lins e sua equipe, além da participação das demais secretarias, que passaram toda a madrugada na organização para a entrega do pescado nas primeiras horas da manhã, acompanhando e agilizando todo o processo desde a chegada dos caminhões frigoríficos lotados de peixe. A concentração aconteceu no Ginásio ‘O Wilsão’. As famílias foram cadastradas antecipadamente pelas equipes da Secretaria de Bem Estar Social.

O prefeito Renato Mendes, disse que a distribuição do peixe da Semana Santa é uma tradição que vem sendo mantida desde seu primeiro mandato em 2004, tendo em vista que na gestão do seu antecessor, Branco Mendes que foi prefeito de Alhandra, também era realizada a entrega do peixe e Renato vem mantendo a tradição.

“Não poderia deixar de realizar esta ação muito importante. São famílias que esperam por esta pequena contribuição que faz uma grande diferença na mesa de quem não pode comprar. Não é uma obrigação do poder público doar o peixe, mas é uma necessidade de muitas famílias e a nossa gestão faz questão de contribuir para uma páscoa mais farta. Por isso, fiz questão de acompanhar de perto a chegada, organização e distribuição, pois essa é mais uma tradição das nossas gestões à frente da Prefeitura de Alhandra. Quero parabenizar toda equipe da Secretaria de Bem Estar Social e a todos os envolvidos no cadastramento e distribuição do pescado, trabalhando incansavelmente para os alhandrenses que mais precisam”, disse Renato.

Além do ginásio O Wilsão, a distribuição ocorreu em outros pontos da cidade e no distrito de Mata Redonda.

De acordo com a secretária, Fabiana Lins, que mesmo de luto pelo falecimento do seu pai, não deixou de realizar seu trabalho durante toda madrugada, o objetivo da distribuição é beneficiar as famílias que não tem condições de comprar o tradicional peixe da Sexta-feira Santa, mesmo não sendo obrigação do poder público doar o peixe, mas, em Alhandra é uma tradição que o atual gestor mantém há três mandatos.

A agricultora Ana Lúcia disse ter ficado muito feliz com a qualidade do peixe que recebeu. “É uma bênção, uma ajuda para nós que não tem condições de comprar tudo isso que recebemos hoje. E olha o tamanho desses peixes, são grandes. Dá para fazer dois dias!”, afirmou a trabalhadora rural.