A Prefeitura de Alhandra na segurança familiar e alertando sobre a violência contra a mulher foi destaque durante ação realizada nestém das parcerias do Conselho Tutelar, policias Militar e Civil.

A Ação teve inicioa quarta-feira (21), no evento que contou com a organização das secretarias de Bem Estar Social, Saúde e Educação, al logo pela manhã na Igreja Assembleia de Deus, no Centro de Alhandra, em seguida foi a vez do distrito de Mata Redonda receber o evento que contou com a palestra da delegada da mulher, Renata de Almeida Matias, na ocasião foram debatidos os diversos tipos de violência sofrida pelas mulheres como: física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.

Durante todo o dia foram oferecidos exames rápidos e também aferição de pressão arterial, houve panfletagens com material informativo sobre os serviços existentes e os tipos de violência. Além da delegacia móvel que orientava quem tinha dúvidas sobre como realizar denúncias. A intenção do evento foi informar sobre a Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher e incentivar as mulheres a denunciar.

Participando também do evento, a 1ª Companhia Independente de Policia Militar, representada pela Cabo Gilvanete, Soldado Ellen e Soldado Maria Ferreira, participou da palestra, a ação foi considerada bastante positiva, pois reuniu a sociedade civil organizada e órgãos de segurança, objetivando a padronização de procedimentos por parte dos operadores de segurança e orientações as vítimas de violência doméstica, conforme disposto na Lei nº 11.340/2006 (Lei Maria da Penha).

A Prefeitura informou que além das ações no Cras e Creas, o município dá assistência psicológica e jurídica às vítimas.

“Queremos motivar as pessoas para que conheçam os seus direitos, e o que diz a Lei que combate a violência doméstica e familiar. Só a repressão não resolve o problema. Precisamos estimular entre eles a cultura da não violência em qualquer âmbito, ajudando na formação de cidadãos mais conscientes”, afirmou a secretária de Bem Estar, Fabiana Lins.