A Prefeitura de Alhandra, no Litoral Sul da Paraíba, através da Secretaria de Bem Estar Social distribuiu nesta quinta-feira (13) vinte toneladas de peixe, dos tipos Corvina e Pescada, para a Semana Santa das famílias previamente cadastradas e que estão em situação de vulnerabilidade social no município.

A logística de distribuição dos alimentos contou com a participação do prefeito Renato Mendes (DEM) e equipes das demais secretarias, que passaram toda a madrugada na organização para a entrega do pescado, acompanhando e agilizando todo o processo desde a chegada dos caminhões frigoríficos lotados de peixe. A concentração aconteceu no Ginásio ‘O Wilsão’.

“É muito gratificante poder contribuir para uma Semana Santa mais farta, respeitando assim as tradições religiosas. Só tenho que parabenizar o empenho de todos que realizaram com muita organização a distribuição do peixe, se dedicaram durante toda essa madrugada para que as famílias cadastradas recebessem seu peixe. Fiz questão de acompanhar de perto a chegada, organização e distribuição, pois essa é mais uma tradição das nossas gestões à frente da Prefeitura de Alhandra”, comentou o prefeito Renato.

A secretária do Bem Estar Social, Fabiana Lins, destacou que a entrega de peixes na Semana Santa é uma ação muito importante, pois é uma forma do poder público ajudar aquelas famílias que não tem condições de comprar o peixe que geralmente é consumido na sexta-feira da paixão. “Esta ação tem um valor social muito importante, não somente para os alhandrenses beneficiados, já que o peixe é um prato indispensável na Semana Santa, mas, para toda nossa equipe, por conseguir, neste período de reflexão e renovação, trazer sorriso para tantas famílias. É de fato recompensador”, disse Fabiana.

A dona de casa Gerusa diz que é uma ação muito importante para as famílias e que aproveitou para parabenizar a Prefeitura. “Pra mim, esta é uma ação muito boa, não tenho do que reclamar. Porque é uma forma de ajudar as famílias que não tem condições de comprar o peixe. Nosso prefeito está de parabéns”, disse.

Já a agricultora Marileide disse ter ficado muito feliz com a qualidade do peixe que recebeu. “É muito bom receber esse benefício, uma bênção mesmo, uma ajuda maravilhosa pra a gente que não tem condições de comprar tudo isso que recebemos hoje. E não foi qualquer peixinho não, foi peixão!”, afirmou a trabalhadora rural.